A cultura é sinónimo da identidade de um concelho, de uma região, de um país. E esta entrevista da Sra. Vereadora da Câmara Municipal de Braga demonstra, bem, a falta de visão e o desnorte que impera no executivo face a matérias tão fundamentais.
Se tanto em 2016 como em 2017, o Sr. Presidente da CMB, o Dr. Ricardo Rio, veio, publicamente, afirmar que o edifício do S. Geraldo não seria mais do que “ruínas” que “segundo especialistas não é património nenhum”, hoje, e após uma reviravolta brutal na gestão do processo num período pré-eleitoral, sabemos que a falta de sensibilidade continua bem visível.
Ainda assim, a nova promessa de reabilitação do edifício S. Geraldo, a breve trecho, agora enunciada pela vereadora Lídia Dias, que num cenário pitoresco teima em esquecer todos os erros estratégicos do último mandato, constitui uma reviravolta, positiva, liderada pela sociedade civil.
A Juventude Socialista espera, assim, e definitivamente, um final “feliz” para um dos edifícios emblemáticos da cidade que não merece o descuido ou a leviandade com que é tratado.
Por Braga,
Afirmamos Futuro.
#jsbraga #cultura #sgeraldo

https://www.correiodominho.pt/noticias/lidia-dias-braga-nao-pode-desperdicar-a-oportunidade-de-ser-capital-europeia-da-cultura/111472

LEVAR A CULTURA A SÉRIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza cookies próprios e de terceiros. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso.